Pesquisas

Baterias mais eficientes? Sim, com um eletrólito sólido

Baterias mais eficientes? Sim, com um eletrólito sólido


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Depois das baterias de lítio-ar, estamos falando de outra inovação que pode revolucionar o setor de armazenamento de energia. Não se trata de baterias de bicarbonato, acumuladores à base de magnetita ou de um novo material de alto desempenho, mas sim de tornar as baterias mais duradouras e eficientes.bateriasjá existente, fazendo melhorias para gerenciar melhor o fluxo de elétrons.

Os pesquisadores doLaboratório Nacional do Noroeste do Pacífico(PNNL), iniciou uma das análises por microscopia. Os pesquisadores observaram detalhadamente os fluxos de energia elétrica e como eles se comportam principalmente ao nível da área do eletrodo / eletrólito.

Essas observações foram realizadas usando microscopia eletrônica de transmissão, certamente não é uma tecnologia nova, uma vez que tem sido usada há décadas em laboratórios de biologia para observação de células. Parece que na produção debateriasmais eficiente, pode haver a necessidade de uma mudança de direção: não há mais fluidos, mas eletrólitos sólidos.

Por que a pesquisa se concentrou na área ao redor do eletrodo?
Quando recarregamos qualquer bateria, tais como obaterias de lítio do nosso smartphone, nós empurramos, através dos elétrons (partículas carregadas negativamente) através do eletrodo do mesmo bateria.

A grande quantidade de elétrons gera um estorvo de cargas: os íons positivos (como é o caso com os de lítio) atraídos pelos elétrons vão se acumular entre o eletrodo sólido e a solução eletrolítica circundante. Esta pegada aparentemente trivial pode ter um impacto negativo tanto em termos de eficiência, tanto em termos de longevidade quanto em termos de tempo de carregamento.

A nova gerência do laboratório deseja identificar quais são os impactos negativos desta nuvem densa de cargas positivas empilhadas perto do eletrodo sólido para melhor corrigi-los. A hipótese mais ambiciosa feita por pesquisadores do PNNL diz respeito ao desenvolvimento de um eletrólito sólido.



Vídeo: Xiaomi tiene la BATERÍA DEFINITIVA llega en 2020 (Pode 2022).